Tartarugas amputadas com GPS são lançadas ao mar no Dia Mundial do Oceano

Em comemoração ao Dia Mundial do Oceano, duas tartarugas cabeçudas amputadas, chamadas Hera e Athena, foram devolvidas ao Oceano Atlântico no sábado (8) na ilha espanhola de Gran Canária com um equipamento adicional: um dispositivo de rastreamento GPS.

A monitorização das tartarugas que se recuperaram de amputações de barbatanas no Centro de Recuperação da Vida Marinha em Taliarte, Gran Canária, permitirá aos investigadores observar o seu comportamento em tempo real e determinar se uma barbatana ausente afeta o seu comportamento e o modo de lidar com as correntes marítimas, disse Ana Liria, presidente da ADS Biodiversidad, uma ONG que trabalha com a Oceanografic Valencia no projeto financiado pelo ministro do Meio Ambiente da Espanha.

O lançamento foi testemunhado por várias crianças e adultos entusiasmados e curiosos na Playa del Puertillo, em Gran Canária.

Liria também estava muito animada, descrevendo a liberação como “maravilhosa”.

Ela também disse que muitas das tartarugas cabeçudas perdem suas barbatanas devido ao impacto do lixo marinho.

FONTE: CNN

IMAGEM: Reprodução

Compartilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *