Governo do Estado inicia obras da avenida Liberdade

No último sábado (15), o governador do Pará, Helder Barbalho, assinou a Ordem de Serviço (OS) para a construção da avenida Liberdade, via expressa que promete reduzir o tempo de deslocamento na Região Metropolitana de Belém, indo de Belém até a Alça Viária, sendo uma das maiores intervenções de mobilidade urbana no Estado.

A obra, coordenada pela Secretaria de Infraestrutura de Logística (Seinfra), terá uma extensão de 13 quilômetros, com duas faixas em cada sentido, totalizando 28,5 metros de largura, com acostamentos de 2,50 metros para cada lado.

A via será equipada com faixas exclusivas para ciclistas, com pavimento ecológico na ciclovia e iluminação fornecida por energia solar. Além disso, a avenida contará com 30 unidades de passagem de fauna e barreiras acústicas para mitigar o impacto sonoro nas áreas próximas da rodovia.

Durante a solenidade da assinatura da Ordem de Serviço para a construção da avenida Liberdade, o governador Helder Barbalho, destacou que a obra é uma alternativa crucial para a entrada e saída da RMB, reduzindo o tempo de deslocamento. “É certamente uma das mais importantes obras de mobilidade do Estado do Pará, buscando dar uma alternativa ao trânsito da região metropolitana, sendo uma nova avenida”, pontua.

“A via sairá aqui ao lado da Universidade Federal do Pará (UFPA), no bairro da Terra Firme e segue indo até a Alça Viária em Marituba, passando pelo município de Belém, Ananindeua, até chegar à Marituba. Com isto se cria uma alternativa à BR-316 e a Almirante Barroso. Estamos dando uma nova oportunidade para quem chega com as cargas vindo do sul do Pará, vindo da região do Baixo Tocantins, não precisando, portanto, competir na BR-316 com o transporte coletivo, com os transportes particulares, fazendo com que nós possamos ter uma integração já no centro de Belém”, descreve.

MEIO AMBIENTE

O Governador também ressaltou o compromisso com a proteção ao meio ambiente. “Importante destacar que esta obra deve acontecer de maneira mais rápida, já que não tem necessidade de desapropriação, ela é toda acompanhando o linhão da Eletronorte, que reduz o impacto ambiental, não necessitando haver qualquer tipo de avanço sobre a área de proteção ambiental”, destaca.

“Tivemos o cuidado de dialogar com as comunidades do entorno, conversando com os moradores que vivem nesta região, principalmente comunidades quilombolas que estão no entorno, para garantir compensações para estas comunidades. Portanto, hoje, o início das obras da Avenida Liberdade representa certamente um horizonte para melhorar o fluxo de veículos e a qualidade de vida na região metropolitana, acompanhando o crescimento desta região”, concluiu.

A autônoma Rosiane Lobo, de 35 anos, mora há mais de 15 anos na proximidade, ela conta que a expectativa é grande com a construção da via expressa. “Já esperava por isso há muito tempo. As obras vão favorecer o comércio, melhorar o trânsito e valorizar muito a nossa região”, disse.

A Avenida Liberdade será equipada com vídeo-monitoramento de tráfego e barreiras laterais para impedir o acesso de pedestres, garantindo um fluxo contínuo e seguro de veículos. A via terá uma velocidade máxima controlada e terá três viadutos localizados nas áreas da Universidade Federal do Pará (Ufra), das Centrais de Abastecimento do Estado do Pará (Ceasa), Cosanpa, e uma ponte sobre o Igarapé Aurá.

FONTE: DOL

IMAGEM: CELSO RODRIGUES

Compartilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *