Diocese de Castanhal busca parcerias para construir hospital de referência

A Diocese de Castanhal, no Pará, está em busca de parcerias para a construção do Hospital Abba, um empreendimento estimado em aproximadamente R$ 30 milhões. Localizado próximo à ponte do Apeú, à margem da BR-316, o hospital está sendo erguido com o objetivo de se tornar uma referência nos cuidados de saúde na região.

Dom Carlos Verzeletti, bispo da Diocese de Castanhal, enfatiza a importância do novo hospital para o sistema de saúde do Pará, destacando que este é o segundo hospital que Dom Carlos Verzeletti está construindo, após o sucesso do primeiro em Viseu, na época, enquanto era padre na Diocese de Bragança.

O Hospital Abba, segundo a instituição, ocupará uma área total de 26 mil metros quadrados, com 9 mil metros quadrados destinados à área construída. Entre suas instalações, destacam-se o bloco do Hospice, com 40 leitos para cuidados paliativos; e outro bloco para cuidados prolongados, com 34 leitos; além de estruturas dedicadas à reabilitação; centro de estudos e pesquisas em cuidados paliativos; e bloco administrativo. 

Cada quarto terá aproximadamente 23 metros quadrados, projetado para oferecer conforto tanto aos pacientes quanto aos acompanhantes, promovendo a inclusão familiar no processo de tratamento.

Jardins floridos

Um dos aspectos destacados do projeto é a presença de jardins floridos que cercam os blocos do hospital, não apenas para embelezamento, mas também como parte de um projeto de tratamento acústico para mitigar o ruído proveniente da rodovia.

A administração do Hospital Abba será conduzida pela Associação Beneficente Bem Acompanhar (Abba), em convênio com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa). A proposta inclui um modelo de cuidado que acompanha o paciente em casa, através de uma equipe multidisciplinar que realiza visitas programadas, reservando a internação apenas quando necessária.

A previsão é que o Hospital Abba seja inaugurado até 2025. Atualmente, os custos são cobertos pela própria diocese, que busca apoio externo para fortalecer esse importante projeto de saúde para a região.

FONTE: O LIBERAL/ FOLHA DE BRAGANÇA

IMAGEM: O LIBERAL

Compartilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *