CANDIDATO NAS ELEIÇÕES DE 2018 TEM CONTAS REPROVADAS PELA JUSTIÇA ELEITORAL

A Justiça Eleitoral julgou as contas de João Paulo Silva de Sousa, e as condenou por ultrapassar 20% do total de limite de gastos estabelecido pela lei eleitoral, em sua campanha de deputado estadual, onde não obteve votos suficientes para ser eleito. O Despacho para a decisão foi encaminhado para o Juiz Federal, José Airton de Aguiar Portela.

A Multa aplicada pelo TRE foi de R$ 9.066,32 (Nove mil, sessenta e seis reais e trinta e dois centavos), como mostra o acórdão de número 30467, que determinou a aplicação da multa referente ao limite de gastos. O montante do valor foi parcelado a pedido do réu, João Paulo Sousa, que também requereu urgência pela sua regularidade com a Justiça Eleitoral, ou seja a sua quitação, para disputar as eleições eleitorais de 2024.

HISTÓRICO
João Paulo Sousa é empresário, do ramo da terraplanagem, proprietário da empresa Plena Infraestrutura, foi candidato a vereador em 2016, a deputado estadual em 2018, ambas eleições derrotado, foi filiado ao PV, Republicanos, Solidariedade, PL, MDB, e atualmente está no PP, a pedido do deputado Renato Oliveira.

FONTE: Folha de Bragança

IMAGEM: Reprodução redes sociais

Compartilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *